Apresentação

No ,em Arraiolos, há um princípio indiscutível: a “agricultura é uma fábrica a céu aberto, com todos os problemas de produtividade, racionalidade e organização daí decorrentes”. É assim agora tal como foi no início da década de 90 quando Jorge Zambujo adquiriu a propriedade de 400 hectares e quis imediatamente romper com a filosofia do “sempre foi assim”..

 

A raça dos animais a produzir foi muito bem pensada. Depois de contactos e experiências optou-se pelos bovinos da Raça Blonde D’ Aquitaine. Procuraram-se os melhores reprodutores para um primeiro cruzamento industrial e depois fez-se importação de matrizes (vacas selecionadas pela capacidade maternal e facilidade de parto, entre outras características), chegando-se mesmo à situação de transferir embriões como forma de multiplicar a qualidade das mães e inseminação artificial como forma de multiplicar a qualidade dos pais (touros)

 

 
 Hoje o efetivo do é composto por um efetivo de 250 vacas aleitantes com produção de novilhos para cobrição (reprodutores) e novilhas para reprodução (substituição). Há ainda um pequeno nicho de animais para carne, totalizando cerca de 400 animais.
       
             Essa mesma carne é vendida desmanchada e embalada em vácuo. Esta carne é comercializada sob a marca e  por uma empresa própria – Torre e Funcheira.

 

 

  

 

         
 

Recuando à época em que adquiriu a propriedade no Alentejo, Jorge Zambujo recuperou um interesse que tinha há mais de 20 anos pela Hidroponia. Para melhorar e aumentar a eficiência da exploração havia que modernizar, depois de criada uma rede de conhecimentos, avançou com a Hidroponia como forma de produção de alimentos para os animais dado o aumento dos custos de produção baseados no consumo de petróleo e seus derivados, a somar ainda às condições de ordem climática. “Já não há anos bons e o que se prevê para o futuro ainda serão pior”.

 

 

Este sistema de Produção de Forragem Verde Hidropónica começou a ser desenvolvido em 2005. Primeiro uma experiência piloto, passando depois a produzir-se 1500 Kg/Dia.

 

 

Com vários anos essencialmente de seca, entre 2009-2013, não era possível pensar numa vacada com 400 animais dependentes das vontades do clima e os 1500 Kg/Dia não eram suficientes. Foi ai que avançou com a própria estufa, com todos inerentes à criação de um sistema pioneiro e socorrendo-se essencialmente de tecnologia portuguesa.

 

A nova estufa tem capacidade para produzir 4000 Kg/Dia. À partida houve logo a preocupação de não ficar dependente apenas de um tipo de cereal pelo que a estufa está formatada para trabalhar com qualquer dimensão de erva.

“Forragem em hidroponia sai mais barato que feno próprio!”

“Carne Monte da Torre, produzimos a pensar em si!”

“No Monte da Torre, produzimos reprodutores Blonde D’Aquitaine…aos nossos clientes vendemos futuro!”

 

Localização

GPS -  Monte da Torre: 38º41’15.04’’N – 7º51’15.62’’O

Contactos

Escritório:

Morada: Rua Luís de Camões nº126, R/C Dto.
                1300-363 Lisboa

Telefone: +351 213 635 441       Fax: +351 213 648 132

Email: montedatorre@mail.telepac.pt


GPS - Escritório : 38º42’19.23’’N – 9º11’01.98’’O